protesepeq

As mamas são símbolo da feminilidade e são sempre muito valorizadas na nossa cultura. A mulher ao procurar um cirurgião plástico para fazer a cirurgia de implante de silicone busca a valorização da forma de suas mamas.
A primeira avaliação a ser feita é a do desejo da paciente, o que ela espera ao colocar os implantes. A maioria gostaria de um tamanho proporcional, mas que fosse notado que foi feito o aumento das mamas. Algumas pedem mesmo mamas bem volumosas. Esse então é o ponto de partida, para em seguida o cirurgião plástico avaliar se é possível alcançar plenamente o desejo da paciente.

O aspecto o mais importante na escolha do tamanho e formato da prótese a ser colocada é o de enaltecer as qualidades das mamas da paciente e amenizar possíveis defeitos.
Isso pode ser feito através da análise dos tamanho das mamas, aspecto da pele, quantidade de tecido para dar cobertura para a prótese, largura do tórax, distância entre as mamas, alturas das áreolas. Além disso a proporcionalidade com as demais partes do corpo também devem ser respeitadas.

Algumas pacientes chegam ao consultório com uma certa numeração em ml do implante que desejam . Isso ocorre pois compartilharam as experiências de outras amigas que já fizeram a cirurgia. No entanto, a paciente não faz a análise que o especialista faz e muitas vezes está vendo as mamas dessa amiga pela primeira vez, somente no pós-operatório( não sabe como eram antes).Exemplificando, as vezes a amiga com um implante de 300ml obtém mamas menores do que a da paciente com um implante de 250ml.Isso ocorre devido ao fatores utilizados na escolha do implante, ou seja , uma paciente menor, com mamas mais estreitas, pele mais firme e tórax estreito pode precisar de um volume menor que outra paciente mais alta ou mais forte, com mamas largas e pele com mais flacidez.

No momento da escolha o mais acertado é tentar transmitir ao seu cirurgião o que você espera da cirurgia e ouvir o que ele tem a te orientar. Ainda, durante a cirurgia é que é feita a escolha definitiva do volume da prótese , já que a maioria dos cirurgiões utilizam moldes idênticos às próteses para testar os tamanhos.