Durante a gravidez, o tecido da mama torna-se inchado enquanto a pele se expande, em preparação para a produção de leite. Mas após o desmame, a maioria das mulheres fica com um certo grau de deflação especialmente nos pólos superiores, enquanto outras desenvolvem também algum grau de  flacidez.

gra01

Você deve saber que a gravidez pode afetar a aparência dos seus seios, mesmo que você não tenha amamentado o seu bebê.

Depois de dar à luz, não é recomendável fazer imediatamente uma cirurgia de aumento de mama, uma vez que este é um momento reservado para a amamentação do seu bebê.

Em muitos casos, leva-se cerca de 40 semanas para os seios voltarem ao normal após o parto. Mas, mesmo após esse período, não é aconselhável realizar amamoplastia de aumento ou qualquer procedimento nas mamas, particularmente se as glândulas mamárias ainda estão produzindo leite.

Uma mama lactante nunca deve sofrer qualquer cirurgia eletiva. Em primeiro lugar, é difícil para o cirurgião para realizar o procedimento, devido à presença de leite. Outra consideração é o aumento “temporário” do tecido mamário, o que vai levar tempo para se resolver por conta própria. Algumas outras particularidades podem ocorrer: a manipulação da mama durante o ato operatório pode produzir aumento da produção de leite e também pode ser mais comum a ocorrência de infecções se a paciente ainda tiver saída de leite pela mama.

gra02Depois de parar de amamentar o seu bebê, o consenso é que você deva esperar pelo menos de três a seis meses antes de se submeter aumento de mama. Muitas vezes a paciente é orientada a consultar o seu ginecologista para avaliar o uso de medicações que suspendam permanentemente a produção de leite já que algumas mulheres secretam leite até dois anos após a interrupção da amamentação.

Como com qualquer cirurgia de contorno corporal, também é importante que você esteja perto do seu peso ideal antes de receber implantes mamários. Isto irá fornecer-lhe um resultado mais previsível e evitará a flacidez (o que acontece depois de uma perda de peso significativa).

gra03Durante a gravidez, o ganho de peso ocorre normalmente dentro dos seios e a maioria das mulheres leva de seis meses a um ano para retornar ao tamanho original de suas mamas. No entanto, pode demorar mais tempo para algumas mulheres voltarem ao seu peso pré-gravidez, o que significa que elas têm de esperar mais tempo antes de se submeter à cirurgia de aumento de mama.

Você também tem que considerar que uma futura gravidez pode afetar a aparência dos seus seios aumentados, e isso levar a uma cirurgia de revisão. No entanto, muitas pacientes com implantes de mama engravidam, amamentam seus bebês sem experimentar flacidez visível ou deflação.

gra04Enfim, o momento da amamentação é único e muito importante para o desenvolvimento da criança. Esta fase deve ser concluída com tranquilidade e a indicação da cirurgia deve ser feita após o término deste momento e quando a paciente não apresentar mais produção de leite e estiver no seu peso normal.